Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Gastos de turistas estrangeiros no Brasil cresceram em dezembro
Início do conteúdo da página

Gastos de turistas estrangeiros no Brasil cresceram em dezembro

Número foi 4,23% maior do que o registrado no mesmo período de 2018

  • Publicado: Terça, 28 de Janeiro de 2020, 15h38
  • Última atualização em Terça, 28 de Janeiro de 2020, 15h38

 

Por Victor Maciel

27.01.2020_Gastos_estrangeiros.jpg

Turistas na rua 25 de março, em São Paulo (SP). Crédito: Rogério Cassimiro/MTur

O mês de dezembro de 2019 registrou saldo positivo no gasto de turistas estrangeiros no país. Dados do Banco Central do Brasil (Bacen), divulgados nesta segunda-feira (27), apontaram uma alta de 4,23% no valor, saindo de US$ 488 milhões e indo para US$ 509 milhões. Tirando o item de “outros serviços de negócios”, considerado pelo levantamento, o setor de viagens foi o que mais arrecadou no período.  

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a alta no setor é reflexo de um trabalho realizado pela Pasta em todos os meses de 2019. “Estamos realizando várias medidas para destravar o turismo brasileiro e elevá-lo ao patamar que lhe pertence. Temos vários atrativos e capacidade para alcançarmos mais e mais números positivos, movimentando nossa economia e gerando emprego e renda para a nossa população”, comemorou.

No acumulado do ano, de janeiro a dezembro, as despesas de visitantes estrangeiros no país atingiram US$ 5,913 bilhões, ficando estável quando comparado ao mesmo período do ano passado (US$ 5,921 bilhões). O índice gerou uma queda no déficit da balança comercial do turismo, que caiu de US$ 12,345 bilhões, em 2018, para US$ 11,681 bilhões, neste ano.

O gasto dos brasileiros em viagens no exterior também cresceu em dezembro: 6,6% a mais. Foram US$ 1,49 bilhão contra US$ 1,40 bilhão registrados no mesmo período de 2018. Em todo o ano de 2019, o montante gasto por turistas fora do país teve queda de 3,6%, se comparado com 2018.

Edição: Cecília Melo

registrado em:
Fim do conteúdo da página