Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Empresários da hotelaria nordestina aumentam otimismo com o setor
Início do conteúdo da página

Empresários da hotelaria nordestina aumentam otimismo com o setor

Pesquisa do Ministério do Turismo aponta alta no faturamento e na demanda pelos serviços ofertados até junho deste ano

  • Publicado: Segunda, 09 de Março de 2020, 17h39
  • Última atualização em Segunda, 09 de Março de 2020, 17h40

Por Victor Alves

Jeri - Jade Queiroz.jpg

Praia de Jericoacoara (CE). Crédito: Jade Queiroz/MTur Destinos 

Os seis primeiros meses de 2020 serão de otimismo para os empresários do setor hoteleiro nordestino. Isso porque, de acordo com um levantamento realizado pelo Ministério do Turismo, 42,8% projetam aumento na demanda por serviços ofertados, mais de 7 pontos percentuais acima da expectativa da última pesquisa, promovida em setembro do ano passado. Além disso, 45,8% esperam alta no faturamento de seus empreendimentos.

O estudo também traz informações sobre o crescimento da procura pelos serviços e de receitas no segmento. Segundo 29,4% dos consultados, o volume de tarefas aumentou, e 31,8% tiveram faturamento maior que no mesmo período de 2018. Para os próximos seis meses, a perspectiva é que 27,4% registrem acréscimo no número de funcionários.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, avalia que 2020 tem tudo para ser um ano de números ainda melhores no setor hoteleiro. “Já começamos bem, com lotações máximas na hotelaria durante o Réveillon e o Carnaval. Nosso intuito é cada vez mais aumentar o número de turistas para esses estabelecimentos, movimentando assim a nossa economia”, enfatiza.

Esta é a quarta etapa da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, promovida pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do Ministério do Turismo. São consultadas empresas de hospedagem de todos os portes, entre hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as perspectivas quanto ao desempenho dos estabelecimentos e dos destinos onde se localizam.​

Edição: André Martins 

registrado em:
Fim do conteúdo da página